Textos/Artigos publicados

Travessias no Rio Negro, AM

Cada vez que inicio um trabalho novo, certos gestos e procedimentos são recorrentes, e exigem envolvimentos e atravessamentos, pois o processo não é direto, mas indireto, como é o caso da gravura.

Paisagens enclausuradas: imagens resultantes do contágio de meios analógicos e digitais

Este artigo aborda a produção de imagens na área da gravura, oriundas do contágio de procedimentos analógicos e digitais. As imagens resultantes desses contatos híbridos configuram uma outra visualidade e, no trânsito entre os diferentes meios,

Ruídos do Branco

Na série Ruídos do Branco, o papel, não é apenas suporte, também é matéria que possibilita explorar as suas distintas materialidades.

Gravura contemporânea: gravações e impressões entre cheios e vazios

Este estudo aborda conceitos básicos da gravura e suas possibilidades de gravação e de impressão, enfocando a relação entre cheios e vazios, cujos procedimentos técnicos são oriundos da gráfica tradicional.

Oferendas

Os trabalhos que compõem a série Oferendas, 2017, são imagens captadas por meio de fotografias durante caminhadas em margens de praias:

Procedimentos experimentais de contato: da gravura aos registros de processos numéricos

O presente artigo propõe refletir sobre a reconfiguração de procedimentos de contato empregados na gravura e na fotografia de base química, …

Arte e ensino: uma possível educação estética

As manifestações expressivas, a atribuição de significados, o acesso aos meios e as idéias presentes no ambiente cultural influem no desenvolvimento do ser humano, …

CONCENTRAÇÕES

A partir de 1970 acontecem os primeiros ensaios xilográficos, iniciando a paixão pelas suas possibilidades formais e expressivas.

“matrizes / fragmentos” - por Sandra Rey

As últimas obras de Lurdi Blauth, em exposição, são o resultado de experimentações recentes, conduzidas por um projeto de pesquisa: …

19º Encontro da Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas “Entre Territórios”

Este artigo propõe algumas discussões no campo da gravura contemporânea, abordando a interface dos meios convencionais e de suas transformações devido às possibilidades de reprodução atuais.

Paisagens (re) mediadas entre matriz-imagem e imagem-matriz

Esse artigo propõe a análise da série de gravuras denominadas de Passagens entre Paisagens na qual são utilizados distintos meios como a fotografia digital, a gravação de matrizes, a impressão, a digitalização e a reimpressão de imagens sobre outros suportes.

Interfaces híbridas da imagem: mediações entre afetos e desafetos em produções gráficas

Este artigo propõe a articulação de questões relacionadas à produção de imagens em suas interfaces híbridas de processos mediados por meios analógicos e digitais.

Sete dias + Sete dias: fricções e conexões poéticas

Este artigo aborda a produção poética de um conjunto de trabalhos resultantes de cruzamentos entre procedimentos da gravura, do múltiplo e da impressão.

Ativar o vazio/cheio numa produção gráfica pessoal

O texto analisa algumas concepções provindas das relações que perpassam o vazio/cheio na linguagem da gravura.

Ninhos e o arquivo agora

Na proposta de exposição  Ninhos e o arquivo agora o uso da fotografia no processo de criação movimenta a afirmação benjaminiana:

Gravura contemporânea: percursos e fronteiras entre meios convencionais e meios de reprodução gráfica

Este artigo propõe algumas discussões no campo da gravura contemporânea, abordando a interface dos meios convencionais e de suas transformações devido às possibilidades de reprodução atuais.

Reflexões sobre a produção artística

A série Ardósia, cuja denominação é oriunda de fotografias desse tipo de pedras, me chamaram a atenção devido as suas marcas de desenhos gravados em suas superfícies, as vezes desgastadas pela ação do tempo.

Sobre a série Sílex

A série Ardósia, cuja denominação é oriunda de fotografias desse tipo de pedras, me chamaram a atenção devido as suas marcas de desenhos gravados em suas superfícies, as vezes desgastadas pela ação do tempo.

As Monogravuras de Lurdi Blauth por Armindo Trevisan

Lurdi escolheu, como expressão artística preferida, uma das mais antigas manifestações da criatividade humana: …

Sublimação: imagens em transitividade

O presente artigo trata da impressão como uma etapa intermediária em processos de elaboração de imagens artísticas, abordando-se especificidades do processo de impressão por sublimação.

Niura Legramante Ribeiro - A fotografia como apontamento visual para a gravura

Sabe-se que desde o surgimento da fotografia, no século XIX, a imagem técnica ofereceu subsídios de motivos compositivos para os processos de criação dos gravadores.

Sete dias + Sete dias

Os trabalhos são oriundos de procedimentos artísticos anteriores em relação a utilização da parafina, a modularidade, a repetição e registros dos instantes intervalares de tempo.

Pesquisa em arte: acasos e permanências entre inversões de um processo gráfico (2007)

Ao iniciarmos uma pesquisa em arte nos questionamos sobre qual o ponto de partida e como se poderia realmente efetivar uma investigação

Deslocamentos entre o observar e o vigiar na produção artística de Elaine Tedesco.

Este artigo reflete sobre os deslocamentos e cruzamentos que ressignificam a obra e o contexto do lugar, na produção poética constituida pela série Observatórios, de Elaine Tedesco.

Contatos gráficos: produção de semelhanças em imagens impressas

Este artigo aborda aspectos conceituais sobre matriz, impressão e as transformações observadas no meu processo de criação poética a partir da introdução do elemento fogo como meio de gravação.

Contatos Gráficos: percursos / processos / permanências

Na gravura, os meios de impressão nos remetem à presença da matriz geradora da visualidade da imagem e aos processos reprodução ou duplicação sobre um suporte.

Reflexões sobre a série “Oposições polares”

Quando comecei fazer xilogravuras, (1972) as peculiaridades da madeira e a cor ainda eram secundárias, estava mais preocupada com os aspectos formais das imagens.

Angela Sperb sobre produção de Lurdi Blauth

A obra da gravurista Lurdi Blauth é autobiográfica. Para fazê-lo teve que se libertar de sua primeira fase, acadêmica, atrelada ainda ao curso de Belas Artes.